ALQUIMIA

Em momentos de dificuldades, sempre podemos escolher que posição tomar.

O desenho planetário do céu que tivemos ontem realmente estava muito dinâmico, e por que não dizer, tenso. Mas isso não quer dizer que tudo anda mal na nossa vida por causa disso.

Nascemos com um mapa astral, que será o mesmo até o final da nossa vida. Mas os planetas continuam se movendo no céu, formando configurações que vão “conversando” com nosso mapa natal, e trazendo para cada um de nós a possibilidade de novos desafios e aprendizagens, de acordo com a natureza dessa “conversa” (aspectos formados pelos trânsitos, para quem estuda astrologia).

Não existe fatalidade; o céu está terrível, então tudo na minha vida está andando mal. O que existe é uma relação entre a configuração planetária e o momento coletivo atual – lembrem-se que o céu é o mesmo para todo o planeta. Esses aspectos são geracionais, coletivos. E não há dúvida de que essa famosa quadratura entre Urano e Plutão (que já está popular…) se relaciona diretamente com as erupções sociais que estão ocorrendo pelo mundo.

Mas quando queremos pensar de uma maneira mais individual, precisamos trazer a dinâmica do céu naquele momento específico (por exemplo, ontem) e comparar com o mapa de nascimento. Aí sim, saberemos qual o impacto real que esse “enlouquecido baile planetário” pode ter na nossa vida. Para cada pessoa é diferente.

E o melhor e mais importante: podemos escolher como nos posicionar frente ao que estiver acontecendo. Os planetas podem indicar desafios intensos, mas eles não nos determinam. Eles podem sugerir momentos muito bons e grandes oportunidades, mas tampouco nos determinam.

Nós fazemos as escolhas.

Frente à luz do conhecimento e compreensão do que está acontecendo no nosso “céu particular”, podemos optar por caminhos mais suaves, mais amorosos conosco mesmos.

Flexibilidade e uma atitude amorosa para com a vida (com as pessoas e situações) é sem dúvida a semente para um mundo mais pacífico.

***********************
Nota: ontem foi assinado documento que cria a Comissão Estadual da Verdade, um grande movimento em direção à garantia dos direitos humanos. Alquimia do céu?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: