Efeito Paralisante

 

“Río abajo corre el agua, río abajo rumbo al mar
duele menos soltar la baranda y dejarse llevar…”

 

Tenho escutado muito as pessoas dizendo que tem medo. Medo de viver e medo de desperdiçar a vida; medo de ser feliz e medo de ficar triste; medo de querer que tudo dê certo na vida, e se decepcionar por que nao deu. Medo, medo, medo…

Astrológicamente falando, medo é uma coisa saturnina. É uma face desse planeta que nos remete ao mito grego de Cronos (Saturno). Por medo de que um de seus filhos lhe tirasse do trono, ele sistematicamente engole todos seus filhos tao pronto nascem. Até que um dia Réa, sua esposa, cansada da situaçao, esconde o filho e dá a cronos uma pedra enrolada como se fosse o bebê. Sem pensar, Cronos engole a pedra. E o filho cresce (escondido, claro) forte e sadio. E adivinhem o quê… é claro que esse filho (Zeus/Júpiter) faz exatamente aquilo do que Cronos tinha tanto medo – o destrona. Coloca uma droga no néctar que Cronos toma, e ele vomita todos os filhos que até entao havia engolido.

Podemos refletir um pouco: o medo e as condutas que tomamos baseadas nele nos trazem, em geral, exatamente aquilo que tanto tememos e tentamos evitar.

Para os estudantes de astrologia, isso é o que geralmente acontece com aspectos natais tensos envolvendo Saturno, ou sob trânsitos dele. Inlcusive para os mais detemidos arianos, esse planeta pode ter um efeito de gás paralisante. Eu normalmente associava isso a Netuno: a gente fica perdido nas brumas, e nao sabe pra onde ir. Mas com Saturno, a gente até quer se mover mas nao consegue, parece que a vida emperrou; é como querer arrancar o carro com o freio de mao puxado. Nao vai.

O que fazer?

Eu sei que gera ansiedade, especialmente se nossa natureza nao é assim e estamos temporariamente sob efeito de Saturno. Mas meu lema com ele é aceitaçao. Nao forçar. Parar e observar, nao fazer força num sentido, se a maré está correndo na direçao oposta.

Quem já experimentou fazer isso, sabe o sentimento gratificante e apaziguador que surge dentro de nós. Quem ainda nao experimentou, experimente. O resultado é garantido!

*****************************
* “Río abajo”, Jorge Drexler

Uma resposta para Efeito Paralisante

  1. adri disse:

    Eu adoro a linguagem da Angela!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: