ALQUIMIA DA ALMA

 

cabo polonio

“… no es la luz lo que importa
en verdad
son los 12 segundos de oscuridad …”

Jorge Drexler, cantautor uruguayo

Perfeito para nosso atual assunto, Escorpiao/ Plutao.

Os doze segundos de escuro que de repente nos assaltam em momentos escorpiônicos da vida…
Como no mito de Perséfone, sao doze segundos que nos levam abruptamente para o mundo subterrâneo – o nosso.

Imaginem entao, os escorpioes que vivem entre mergulho e mergulho de segundos nas suas profundezas… no profundo da vida, de cada gesto e detalhe, cada movimento.

Essa cançao de Drexler (que eu muito aprecio, pra nao dizer que sou fa) sempre me inspirou essa reflexao – sao os 12 segundos de escuro, até que o farol volte a girar e brilhar do nosso lado (até onde se sabe, a cançao foi inspirada no Farol de Cabo Polonio, litoral uruguayo).

A idéia é bem cíclica.

Escorpiao é um signo de ciclos, nos ensina sobre eles. Morte e renascimento, luz e sombra, dia e noite. Um dos mitos gregos com o qual é muito associado é o Rapto de Perséfone. Ele nao só exemplifica vários aspectos desse arquétipo escorpiao/plutao, mas também se diz que esse mito explica a origem das estaçoes inverno/ outono – primavera/verao.
Ciclos.

Há uma volta, um renascimento. Mas a sensaçao pode ser essa: ser “raptado”, levado de uma forma inequívoca a olhar aspectos de nós mesmos que até agora estavam ignorados. E quem sabe, a gente preferia que ficassem lá, guardadinhos…

Dá pra entender um pouco a forma de ser dos nossos queridos escorpioes (pra quem convive com algum) que às vezes dao a impressao de estarem em outro planeta, tao enrolados em alguma questao existencial profunda, que para qualquer outro “habitante” do zodíaco nao tem o menor sentido… mas ele faz esses mergulhos profundos. É da sua natureza.

A gente pode relaxar.
Há um silêncio que acompanha esses momentos. Também é da natureza dos escorpioninos, em geral, gostar de silêncio. Claro, dependendo do mapa como um todo, eles podem gostar de família, gato, cachorro, papagaio… mas tem aquele momento de ficar quietinho, reabastecendo a energia. É necessário.

Como com qualquer signo do zodíaco, a gente vai encontrar os escorpioes mais tipo “sombra”, que ficam parados no aspecto do ciclo que está terminando. Eles eventualmente se esquecem que vem um novo ciclo aí.
Mas existem muito escorpioninos com uma tremenda lucidez desse processo, e eles vivem muito bem esse contínuo absorver-transmutar-gerar algo novo.
Coisas muito importantes: pessoas desse signos sao muito perceptivas e de verdade captam e absorvem muito o ambiente que está ao redor. Nem sempre eles tem consciência dessa habilidade. Parte da tarefa de um escorpiao é justamente perceber essa sua capacidade, e aprender a utilizá-la de uma forma construtiva. Ou seja, criando algo com aquilo que ele percebe, vê, sente.

A gente nao diria que escorpiao é um signo criativo, expressao normalmente associada aos signos de fogo (áries, leao, sagitário). Mas existem formas e formas de criar. Escorpiao é o grande reciclador do zodíaco. Essa é sua maior habilidade e ao mesmo tempo sua grande tarefa. Reciclar, transmutar, ou como diria um grande amigo meu, é a “Alquimia da Alma”.

*****
foto: Cabo Polonio, Uruguay

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: