POEMA

S5000523

 

“ A gente mal nasce, começa a morrer…
sei lá, sei lá, a vida é uma grande ilusao
sei lá, sei lá, só sei que é preciso paixao…”


Aqui estou eu, frente a algo que muitas vezes menciono nas minhas consultas: a limitaçao das palavras. Quantas vezes sinto isso? Muitas… talvez por que eu nao tenha nenhum talento especial com elas. Entao fico buscando palavras de outras pessoas cuja obra eu admiro. Sabe aquela sensaçao de que o outro disse exatamente aquilo que eu queria ter dito? É isso. O problema é que daí sao muitas e infinitas as palavras que poderia mencionar!

Que dilema!

As palavras acima poderiam muito bem ser de um escorpionino… mas nao. Sao de Vinícius de Moraes, e carregam nelas uma sabedoria escorpiônica.

Escorpiao trata da nossa habilidade de transformar, transmutar, recriar. Infelizmente os estereótipos dos signos se espalham rapidamente, às vezes transmitindo idéias um pouco (ou muito) distorcidas.
Os escorpioninos, por exemplo, sao taxados de pessoas destrutivas.
Bem, poderíamos começar uma longa dissertaçao sobre a origem de tal afirmaçao, mas acho que nao é o caso, aqui no blog. Talvez culturalmente a gente tenha medo dessas coisas que se transformam, que nao sao “estáveis”. E escorpiao olha para esses processos de nascer e morrer, destruir e construir, com uma tranquilidade de quem tem certeza de que isso é algo inexorável; a vida é assim.

Escorpiao representa o momento em que naturalmente tudo morre e renasce, onde esse ciclo se completa, onde nós simbolicamente morremos como “eu” e nascemos como “nós”. É a nossa consciência de que nossa família nao é só aquela da qual viemos; que também somos parte de um todo maior e que existe aqui algo que se chama responsabilidade global.

Essas verdades nuas e cruas podem ser difíceis de digerir… para alguns signos, por que é incômodo pensar nisso. Melhor viver despreocupado. Para outros, por que dá medo pensar que tudo aquilo que se considera sólido e estável, algum dia pode mudar. Outros, por que essa profundidade toda cansa… Mas cada um com suas qualidades e preferências. Afinal, esse é o blog de uma aquariana, e realmente acredito e respeito as diferenças. Justamente por isso, acho que existe um grande preconceito com relaçao às qualidades que escorpiao simboliza. Nós podemos apreciar, ou pelo menos respeitar o que existe em cada um, sem necessariamente nos transformarmos em um igual. Certo?

Escorpiao é assim: profundo, intenso, renasce das cinzas. Eles tem uma força interna impressionante, sao literalmente os resilientes do zodíaco ( ver post “Resiliência”). Eles tem capacidade de fazer frente a situaçoes que normalmente os outros preferem ignorar, como por exemplo, a morte. E aqui nao há sublimaçao, como poderíamos encontrar em outros signos. Escorpioninos olham de frente, é isso aí, nao tem volta. Essa fatalidade, quem sabe, assusta? Mas quem já passou por experiências de luto profundo – seja por uma perda física, emocional, psíquica – sabe que nao há nada mais alentador do que parar de brigar com os fatos da vida e aceitar aquilo que está se apresentando. Isso é escorpiao. Olhar de frente, sem rodeios.

Existe aqui uma coragem, que nao é a coragem guerreira de Áries. É a coragem de olhar para a vida, como ela é.

Ok, agora para os escorpioes que eventualmente podem estar lendo esse texto: o que é que falta, quando a gente olha e vê tudo na vida com visao de raio-x?
Nenhuma hipocrisia, mentira ou artifício passa desapercebido. Um escorpiao vê tudo, lê nas entrelinhas, ouve o que nao foi dito. Aqui creio que surge um dos maiores aprendizados para alguém de escorpiao: ver tudo com essa lucidez, com essa transparência, mas conseguir nao perder a doçura, a ternura. Isso é Touro, signo oposto e complementar de escorpiao. Touro ama a matéria, por isso constrói, lenta e pacientemente. Mas chega um momento em que essa construçao (por mais sólida que pareça) necessariamente tem que ser renovada. Nada nesse mundo fica parado “forever”…entao aí entra a tarefa de escorpiao, renovar, transformar, transmutar. Algo novo vai nascer ali, mas sempre  uma morte é seguida por um momento de luto.

Falamos mais disso no próximo post.

***********
nesse momento, no céu de Porto Alegre há uma imensa e linda lua cheia, manifestando plenamente a uniao dessas duas energias, escorpiao e touro. Aproveitem!

3 respostas para POEMA

  1. Débora disse:

    Ângela, teus textos são ótimos! Dizer que não tens nenhum talento especial com as palavras é um exagero enorme! E olha que a sagitariana sou eu.
    Essa escrita que integra informações técnicas de maneira tão gostosa, que traduz tanto sentimento, faz a gente querer saber mais, mais…faz a gente olhar o outro por um viés mais largo, mais complexo. Faz a gente entender algumas contradições dos signos e perceber que o outro lado pode ser encantador.

  2. angelaspolidoro disse:

    Oi Debora,

    Que bom! A idéia do blog é essa aí!
    Espero que os textos continuem mostrando esse lado encantador da astrologia… que realmente é fascinante!
    beijo pra você!

  3. perla disse:

    Lendo teu texto sobre scorpio me “veio” um insight…escorpionico perlistico; antes LIBRA com seu equilibrio, beleza atenção…nascemos com esses resquicios librianinos…chegamos em escorpio com toda essa força tão bem delineada pelo teu texto…Ao alcançar a plenitude do sol de escorpião, renasceremos na próxima casa – SAGITARIO – regida planeta Júpiter o deus dos deuses…É…através das experiências escorpião somos remetidos aos conhecimentos contidos em Jupiter…
    obs. sorry se “viajei muito” heheheh

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: